Seguir para o CLUBE DA TEOLOGIA


"SÓ SE LEMBRARÁ QUEM HOJE VIVER. SÓ HAVERÁ HISTÓRIA AMANHÃ SE HOJE VOCÊ A ESCREVER"

sábado, 3 de dezembro de 2011

ENCONTRO NO JARDIM

No jardim onde se prensava a oliva
Estava Ele sendo prensado por mim
Liberando o mais puro azeite
Que acendeu a lamparina pra minha alma cega.

De suor e sangue, por quem dorme e não vigia.
Por mim que não vigiava enquanto se entregava.
Pelos que foram soltos enquanto o prendiam.
Por conta das correntes que o levaram.

Na noite em que Ele foi prensado
eu morria pra tudo aquilo que me prendia.
E enquanto o azeite dEle se esvaziava
enchia do tesouro esse vaso de barro.

O prenderam por tudo de errado que fiz
o acusaram de tudo aquilo que hoje me condenam
e o mataram pra que eu morresse agora pro mundo
As águas do seu lado aberto, o velho homem batizam .

A cruz eu não levei, para que a levasse hoje
Os tapas não senti, para que os sentisse hoje.
A espada que o defendia Ele mandou guardar
para que eu guardasse as minhas armas hoje.

Os escárnios Ele aguentou calado
para que eu sempre me lembrasse dEle
ao ver um escarnecedor de meus irmãos,
para não me assentar a sua roda.

Aquela peça não era dEle
nem tão pouco de outro ladrão
mas daria certamente em mim
se lá tivesse coragem de estar.

Das vezes que o abandonei perdi a conta
Mas ao menos hoje eu quero fazer diferente
Nessa noite eu vou encontrá-lo em meu jardim
pra vigiar com Ele e orar ao seu lado.

Porque agora sou eu quem eles querem!

Marcos André

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu coração falar, deixe seu comentário.