Seguir para o CLUBE DA TEOLOGIA


"SÓ SE LEMBRARÁ QUEM HOJE VIVER. SÓ HAVERÁ HISTÓRIA AMANHÃ SE HOJE VOCÊ A ESCREVER"

sábado, 15 de outubro de 2011

A FORÇA DO SILÊNCIO

Ah, se os homens conhecessem a força do silêncio,
sua profundidade, seu valor, sua paz...
Ah, se as pessoas entendessem que ouvir
produz muito mais do que falar.

Quantas tragédias seriam evitadas,
quantos filhos ainda teriam os pais.
Quantos casamentos seriam restaurados
e quantos filhos ainda teriam os pais.

Quantos amigos ainda estariam conosco
se não fossem as malditas palavras,
que de tantas que foram,   
algumas saíram mal colocadas.

Ah, se o silêncio estivesse mais presente
na boca de alguns santos imprudentes
que dizem de si mesmo, tantas qualidades 
tantas quantas as palavras podem dizer.

Mas o silêncio tem força,
pode ser mortal e sinistro.
Às vezes ele consente, às vezes reprova,
à vezes acusa, outras vezes ele é misterioso.

Quando alguém se cala,
buscam no seu rosto as palavras,
dos gestos uma resposta, do corpo uma mensagem.
Assim o que se cala é observado com atenção.

A palavra dita após o silêncio
é esperada, é ouvida e apreciada.
Se dita após muitas palavras, logo é ignorada
não é atendida e de todo é rejeitada.

O silêncio ouve mais, sente mais
ajuda mais, como um psicólogo que escuta.
O silêncio melhor aproveita, de tudo que a vida dá,
a oportunidade de ficar calado! 

Marcos André

2 comentários:

  1. Parabéns pelo excelente texto. Concordo plenamente quando você fala da força do silencio. Por tudo isso que li percebi que o text veio a confir minha admiração por um provébio existente que diz:

    "Quando falar cuide para que suas palavras sejam melhores que o silencio”.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Que legal, esse proverbio é de uma sabedoria incontestável, obrigado por comentar.

    ResponderExcluir

Deixe seu coração falar, deixe seu comentário.